sexta-feira, 2 de maio de 2008

Isabella



Repórter #1: Que que é essa coisa aí na tua mão?
Leo: Um gravador
#1: Mas por que gravador se você é fotógrafo?
Leo: Porque eu quero o áudio junto com as fotos
Repórter #2: Mas áudio de quê se não tá nem o delegado, nem os advogados aqui, nem nada de importante?
Leo: Eu posso não estar fazendo uma matéria sobre o caso, mas criando caso com a matéria sobre a matéria...
#1: Tudo isso porque tá chovendo e você não tem nada melhor pra fazer, né! Não gravou isso não?!!!

8 comentários:

luiz alberto disse...

desculpe a intimidade...
cara, é muito bom ver tuas somfotos

Ari Baiense disse...

Leo,

Infelizmente, talvez por uma questão de banda (minha conexão no trabalho é lenta), não vi as imagens mas gostei dos "causos".
Parabéns pelo blog e pela inovação do Garapa!

Gus Diehl disse...

Muito bom! Meus parabéns, Guri Multímídia!

Lua disse...

Ora, eu gosto de ouver você, Aquilinha

Manoela Sawitzki disse...

Leo, querido!!
Fiquei besta...

O projeto é lindo!

Obrigada por estes olhos e por esta tua cachola cheia de surpresas...
beijo grande!
Manu

Anônimo disse...

Um mês sem post?
É dia de desaniversário?
Não tá sobrando tempo?

Fernando Diniz disse...

cara, ficou sensacional o vídeo. parabéns. É bom rever suas fotos. Um abraço

Ana disse...

Eu acho inacreditável, embora seja mais comum do que pareça, a maneira como os repórteres hierarquizam e valoram as fontes e as informações. Talvez seja por isso que os jornais, embora diferentes, pareçam ser escritos pela mesma pessoa, pois, é o mesmo ponto de vista. O mais inacreditável, porém, são os caras acharem que o trabalho do fotógrafo também não é notícia e que ele não pode querer fazer algo mais com as fotos que tem na mão, a não ser "ilustrar" as matérias que sairão. Léo, menino, esses trechos de conversas são achados. É por essas e outras que valeu muito a pena trocar idéias com vocês.