sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Marginal e marginais









Prefácio à edição brasileira

15:00hs - Pauta: Fotografar o movimento de motos, especialmente motoboys, nas marginais em virtude da liberação do uso das mesmas.
16:30 - Ponte da Cidade Universitária.

Pivete: Passaacamera, passaacamera, passaacamera (repete 3x)
Leo: O quê?
Pivete: Passa a câmera, porra!
Leo: Tu tá falando sério?!!!
Pivete: Tá louco? Quer que eu te fure?!!
(Com uma mão no bolso da jaqueta, pivete "proemina" objeto pontiagudo e estende a outra mão para receber a câmera)... (Fotógrafo usa a mesma mão para cumprimentá-lo e trazê-lo pra perto)
Leo: Velho, eu não posso te passar essa câmera! To trampando... vai começar a chover em 10 minutos e tenho que fotografar a marginal. A última coisa que preciso agora é ser roubado, meu velho... Sei lá, vai roubar um boy, não quem também tá no corre!
10 segundos de silêncio
Pivete: Na moral, tranqüilo, tá beleza... Mas é que eu preciso comer algum bagulho... mó fome.
Leo: Foda, to ligado, mas to meio quebrado também... só tenho esses dois contos aqui... Mas se tu quiser uma assessoria, te aponto quem deve ter grana e merece ser roubado...
Pivete: Sem chance... tu acha que consegue saber quem é fácil roubar?
Leo: Sei lá. Tem ciência pra isso?
Pivete: O quê?
Leo: Ó, se liga naquele coroa... Atravessando a rua com pastinha executiva, terno que parece caro... deve ter uma graninha, ou no mínimo um celular do bom
Pivete: Tá louco! Essa cara é do tipo que embaça, chama polícia, vai atrás depois.
Leo: Saquei...
Pivete: Mulher é mais fácil. Se liga aquela ali
(Pivete aponta uma mulher entre 25 e 30 anos, arrumada, mas claramente trabalhadora. "Estilo classe média")
Leo: Ah, mas essa mina deve tá com a grana do trampo e das contas, só. Meio foda tirar isso dela.
Pivete: Isso é, mas ela não vai gritar... passa logo, fácil... é o medo.
Leo: Ah velho, sei lá, o lance é roubar playboy... uns caras pra quem grana não faz falta.
Pivete: Foda que esses caras são cheios de querer fazer justiça, tá ligado... não querem ser roubados, chamam os pm...
Leo: Então não rola assaltar playboy?
Pivete: Não... boy é pra seqüestro mesmo.

6 comentários:

Lua disse...

Leo,
Me dê algum tempo. Sei lá porra, um respiro, uma tarde, umas linhas lidas, um banho gelado. Nem que seja um banho. Me dê um tempo antes de comentar qualquer coisa. Eu volto.

Lua disse...

Ainda antes do banho...
Fico feliz por ser sua amiga!

Lua disse...

Tava com a toalha nos ombros. Mas você não me deu foi tempo algum.

:::I8I o oito deitado I8I::: diz:
A felicidade pela minha amizade é por saber que nunca mandaria o pivete te assaltar?

Leo, a felicidade é porque você destoa. Porque você costura um outro retalho na colcha velha. Porque você me sacode – às vezes brutalmente, é verdade. Porque você é um iceberg. Porque você me chamou de iceberg. Porque você inventou o iceberg. A felicidade é porque você era o único de esquerda em meio aquelas pessoas todas. E porque você me viu e disse “enfim, alguém que posso conversar”. E porque sua conversa era realmente boa. Porque você fala umas coisas que, Meu Deus, muitas eu queria falar. Mas é você que tem a espontaneidade e a ousadia de falar essas coisas. Sem se achar ousado. Meu coração sorri porque sei que você também é contra a babaquice da concentração de renda e de todo um esquema que move os grandes babacas. Meu coração se assusta quando você indica alguém para ser roubado. Mas não importa nada na verdade porque o que mais importa aqui é a sua capacidade de dialogar de uma forma única. Fiz um texto inspirado em você e não é porque é um diálogo, não é isso, é porque você é capaz de fazer perguntas como as que lá estão. E você não é mais criança. Digo isso porque muitos acharam que a Marina era criança. Mas não. Aí é que tá. Você é Marina, Leo.
Bjos, Lina

OS: o texto da Marina: http://debailarina.blogspot.com/2008/01/o-jogo-do-lixo.html

Anna Carolina Negri disse...

afe...

Anna Carolina Negri disse...

é um "afe, que situação!" calma... rs

Equipe da Fronteira disse...

Oi, Leo. Tudo bem?

Descobri pela Dê e pelo Cabelo o teu blog e desde então sempre dou umas voltas por aqui. Hoje parei pra deixar um recado, e pra dizer que acho demais!
Na real não curto muito blogs, mas o teu é muito afudê!

Beijos desde POA
Di Bella