sábado, 26 de janeiro de 2008

Crumb



Enquanto não penso em diálogos mais bonitinhos ou bem elaborados, vai uma frase do Crumb que desceu menos redondo hoje pela manhã:

"A morte me preocupa menos do que antes. Agora que a vejo de perto não encontro razões para passar o dia me lamentando, sentindo-me miserável e angustiado".

obs: Ah! E que venha esse ano do 8