quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Reciclo



Leo: Como é seu nome mesmo?
Almir: Almir!
Leo: Será que eu posso fazer um retrato seu Almir?
Almir: Pode sim, moço.
Leo: Mas pode terminar o trabalho aí, eu espero.
(2 minutos depois)
Almir: Mas porquê você quer me fotografar? Não prefere fotografar mulher bonita.
Leo: Ah, o que importa é a foto ser bonita, se é mulher ou homem tanto faz.
Almir: Então é que nem lixo... se é vidro ou papelão não interessa, o que importa é estar separadinho.
Leo: Falou e disse...

2 comentários:

Lua disse...

Eu sei que tu nao faz de propósito. Não calcula como arrancar associações das pessoas para que tudo seja compreensão. Não, nem de longe você provoca isso como um Michael Moore e seus constrangimentos. Mas alguma coisa você tem para atrair estas traduções maravilhosas. Talvez porque você vê o mundo legitimando possibilidades, não sei... Mas perto de você não fica estranho explicar foto usando o lixo, pixo usando o caderno... Você não cala os outros, talvez seja isso. Eu gosto. Bjos

Gabriela Quinália ... disse...

Muito bom o diálogo, adorei ...