quinta-feira, 26 de julho de 2007

Tchê!




Tchê é uma expressão de tratamento unificante entre os povos gaúchos, sejam estes do rio grande do sul, uruguai ou argentina e significa algo como cara, moço, mas de uma forma muito carinhosa - já que é herança dos guaranis, onde quer dizer amigo.

Claro que por meus estrangeirismos múltiplos, sinto falta de tudo que nunca está onde estou - mas do tchê sinto uma falta um tanto maior... que vem dessa distância de onde nasci.

Ontem conheci Tiê, um apaulistamento de tchês. Meiga e querida, foi fotografada no jardim de sua casa. Despretensiosamente me falou sobre o ep que me entregou. Conversamos sobre a captação de áudio ambiente, da estética dos "mini-sons" e nos despedimos...

Na redação, enquanto editava as imagens que iriam para a Ilustrada de amanhã, coloquei o "e.p.1" para rodar (sugiro que todos façam o mesmo acessando: http://www.myspace.com/tiemusica) e digo sem rodeios, fiquei extasiado com o que ouvi! Em português, francês ou inglês - Tiê é sem dúvida minha maior descoberta musical do ano.

Descoberta tão casual quanto encontrar alguém que não se vê há tempos e deixar escapar um "-Tchê, que saudade!"


obs: Tiê é a parceira musical de Dudu Tsuda no Cabaret e mais sobre ela pode ser descoberto no site http://www.tiemusica.com/


obs 2: Ouça "passarinho" - sozinho, luzes apagadas e nos fones de ouvido... prazer garantido ou sua vida sem graça de volta.


obs3: Dica para os músicos. escutar a música acima da mesma forma, porém acompanhado de uma guitarra no colo para contribuir com mais "mini-sons" à canção.

Um comentário:

carol disse...

Tiê é uma viagem inesquecível...

o que faltava para esse hiato musical de cantoras da nova safra.

Carol Martins.