sábado, 26 de maio de 2007

Sons que sobram

Pois, tem me sobrado tempo pra pensar no tipo de som que quero fazer.
Aos desavisados, recebi email esses dias sendo tirado da banda da qual eu fazia parte.
Por um lado isso é super bom, pois eu tinha receio de que o som fosse juvenil em demasia... pensei que com o tempo pudesse mudar alguns arranjos, colocar uma carga mais intimista e pessoal nas músicas, mas não tive tempo pra tanto... o que me dá esse mesmo tempo agora para poder desenvolver exatamente o som que eu quero.
Nessa semana mergulhei nas referências sonoras que poderiam delimitar esse trabalho: Elliott Smith, Jeff Buckley, Radiohead, Damien Rice, Snow Patrol e algumas coisas mais experimentais.
Me peguei ouvindo o ok computer comulsivamente e, quando vejo, a Mtv fez um especial sobre o mesmo disco, nessa mesma semana. Achei uma coincidência auspiciosa...
E, num tropeço do orkut, encontro um dos caras que considero o gênio máximo da música atual tocando uma de minhas canções prediletas desse disco:

Brad Mehldau Trio tocando Exit Music (for a film). Impressionante.
Já começei a compôr o instrumental e hoje é dia de ir a Teodoro comprar uma guitarrinha pra mim.

5 comentários:

Leo Caobelli disse...

guitarra comprada! Agora tenho uma telecater

Gabriela M. O. disse...

aahhh, Elliott Smith...
ahm, Radiohead..
hmmmm Snow Patrol!

Ana Maria disse...

talvez não tenha deixado claro antes mas as saliências no meu fotolog não são bem-vindas, leo.

ju. disse...

uma das minhas preferidas de um dos meus preferidos.

Gustavo Gitti disse...

Vi seu comment no blog transconhecimento. Ei, vc tb gosta do Mehldau? É demais ele tocando Radiohed (sou um puta fã deles tb).

Toco batera... ;-)