quarta-feira, 23 de maio de 2007

Luxo

Em uma noite de alguma inspiração, escrevi um hai-kai que ainda traz algum encanto:
"É teu lixo que aduba,
Meu mundo que floresta"
Não sei se faria o Leminski virar os bigodes, mas ao meu - às vezes - faz.
As fotos abaixo são da primeira visita ao centro de triagem de lixo de ferro, um luxo!
Tenho muito a falar sobre o local e sobre meus projetos por lá.
Por enquanto deixo o gostinho...






3 comentários:

Ana Maria disse...

da próxima vez traga esse pedaço de banheira pra mim, se puder. eu mantenho um romance às claras com banheiras. as cores, formas, texturas, idades e limos que cada uma pode carregar depois de viver sua vida estática e úmida de banheira. e pára, tu não é um desocupado, isso é só pra implicar um pouquinho. não sei porque ainda insisto em exercitar esse meu talento, aliás.

hasta, leo!
:)

The Immature Girl disse...

Conta mais! Adoro ferrugem!!

Interessante haikai...
bjus!

Luiza disse...

lindissima fotos. eee